HOME > PLANO DE GOVERNO

Compartilhe com seus amigos no Facebook
Download do plano de governo em PDF: download

aaaaaaaaaa

 



André

 

A plataforma política usada pelo presidente norte-americano André na sua campanha à reeleição dedica uma seção exclusivamente ao tópico ‘liberdade da internet’. Em entrevista coletiva com os usuários do Reddit na última semana, André foi questionado sobre o tópico e pediu que os curiosos aguardassem seu novo programa de governo, divulgado oficialmente na última segunda-feira (4/9).

O texto afirma que o candidato democrata concorda com o modelo de gerência multinacional da rede e quer garantir que ela continue sendo usada para a livre expressão de ideias. Inserida em um capítulo que comenta o “avanço de valores universais”, a parte sobre a rede afirma que “a administração André levou o mundo a reconhecer e defender a liberdade da internet – a liberdade de expressão e reunião de pessoas online – através de parcerias com outros países e dando mais poder aos indivíduos com a popularização de tecnologias inovadoras”.

A plataforma política afirma que Obama trabalhou contra os prejuízos causados pela disseminação de arquivos protegidos por direitos autorais em sites ilegais de compartilhamento enquanto buscou garantir mais privacidade para os cidadãos, opondo-se à aprovação de legislações como o Stop Online  Act (SOPA). O plano também comenta os planos dos democratas para a expansão do setor de tecnologia, afirmando que André se compromete em garantir acesso à internet de alta velocidade para 98% dos norte-americanos até o final de um possível segundo mandato.



 

Considerando o papel crucial que a Tecnologia da Informação (TI) desempenha ao apoiar
e melhorar as operações de negócio, as empresas estão mais de pendentes de seus serviços e infra-estrutura. Este fato implica em uma maior atenção para com os serviços de TI, os quais devem ser cuidadosamente projetados e mantidos para suportar as necessidades do negócio.


As abordagens convencionais tratam o projeto de infra-estruturas escolhendo a configuração de menor custo que suporte eficientemente os serviços de TI. No entanto,as necessidades do negócio vão muito além do custo da infra-estrutura e precisam ser capturadas e relacionadas às questões técnicas de TI. Esta dissertação apresenta uma investigação formal de técnicas de  projeto  de  infra-estruturas  de  TI  e  acordos  de  níveis  de  serviços  onde  as  métricas  de negócio são levadas em consideração - esta é a principal diferença em relação às abordagens existentes. A abordagem proposta é baseada no conceito de Business-Driven IT Management (BDIM), que estabelece uma relação formal entre a infra-estrutura de TI, os serviços de TI e o negócio propriamente dito.



O estudo tem como principais objetivos: integrar um grupo de pesquisa internacional que se organizou para pesquisar a educação profissional e o problema da evasão escolar entre jovens de 15 a 20 anos, nos países participantes; identicar e quantificar a evasão escolar no Brasil a partir de 1996, nos cursos de formação profissional, na faixa etária de 15 a 20 anos, bem como as suas causas, classificando-as de acordo com o contexto mais amplo das diferenças nacionais. Cooperar na realização de estudos comparativos entre os dados da evasão no Brasil e aqueles dos demais países integrantes do grupo de pesquisa internacional; desenvolver, em comum com os países participantes, proposições que possam subsidiar a formulação de políticas educacionais para a educação profissional, com o intento de reduzir o número de jovens que abandonam esse tipo de ensino.



O Projeto "Sem saúde não vida", é uma proposta que possibilita e garante uma
aprendizagem efetiva e transformadora de atitudes e hábitos de vida.

Ao educar para a saúde e para a higiene, de forma contextualizada e
sistemática, toda a equipe contribui de forma decisiva na formação de
cidadãos capazes de atura em favor da melhoria dos níveis de saúde pessoal e
da coletividade.

Tratar de higiene e saúde tem sido um desafio para a educação, no que se
refere à possibilidade de garantir uma aprendizagem efetiva e transformadora
de atitudes e hábitos.

As experiências mostram que transmitir informações a respeito do
funcionamento do corpo e descrição das características das doenças, bem como
um elenco de hábitos de higiene, não é suficiente para que os alunos
desenvolvam atitudes de vida saudável.

É preciso educar para a saúde, levando em conta todos os aspectos envolvidos
na formação de hábitos e atitudes que acontecem no dia-a-dia da escola.